O Fotógrafo Marcelo Martins lança oficialmente seu Projeto “Sensualidade na D´Eficiência”
18 de julho de 2016
Reflexão de uma Mulher que não quer filhos!
6 de janeiro de 2017

A Sensualidade na Maturidade

Esses dias me deparei com uma situação onde uma amiga recebeu algumas críticas por postar fotos sensuais, então resolvi escrever um pouco sobre o assunto.

A fotografia sensual ainda é vista com um certo preconceito pela nossa sociedade, isso é fato, então, nada melhor do que desmistificar. Vamos levantar algumas questões:

Quem disse que uma mulher madura não pode fazer um ensaio sensual?

A fotografia sensual, no meu ponto de vista de fotógrafo e artista, nada mais é do que uma forma de autoconhecimento, e não autoafirmação como muitos pensam. Nem toda mulher que se propõe a fazer um ensaio sensual quer se exibir ou aparecer, ela simplesmente está feliz com seu corpo e com sua mente em determinada fase da vida.

Outro ponto importante: as mulheres maduras detém uma grande fatia do mercado consumidor, pois segundo as estatísticas a nossa população está envelhecendo mais e melhor. Os grandes fabricantes de lingerie sabem disso, e por que não buscar modelos para esse público?

A sensualidade não está em ter um corpo perfeito, ser jovem e malhada. A sensualidade está na atitude, coisa que as mulheres maduras têm de sobra, não acham?

A pessoa em questão, minha amiga Celina Alves, mostrou em suas redes sociais que está bem consigo mesma, e que mesmo na idade em que está e que não revelo por questão de princípios, se sente satisfeita com seu corpo. Isso, para mim, apenas vem mostrar o que já digo há tempos: “aceite-se”. Fotografia sensual não é pornografia, é uma forma de arte e de se exaltar a beleza da mulher, seja em qual fase da vida ela estiver. E a prova disso é que após essas postagens, ela recebeu convites para retomar sua carreira de modelo de algumas marcas de lingerie.

As pessoas que ainda assim pensam que isso é pornográfico, eu sugiro que pesquisem, e vou dar umas dicas, a fotógrafa Marna Clarke, é um exemplo disso, aos 74 anos, ela fez uma série de autorretratos para mostrar como o “velho” se parecia nela, e com isso ela simplesmente fez um ensaio maravilhoso, mostrando que as rugas nada mais são do que histórias de vida.

A conclusão que chego e até um conselho que dou, sintam-se belas e sensuais em cada fase de suas vidas e não liguem para o que os outros pensam a respeito.

Créditos da Imagem: Celina Alves  (Blog Luxos e Luxos

WhatsApp chat